Google BERT

O BERT foi lançado em 2018 na plataforma GitHub, pelo Google, mas só em 2019 a empresa passou a utilizá-lo oficialmente em seu motor de busca. Não demorou muito para que a novidade se tornasse uma das maiores atualizações do Google.

Ainda não o conhece? Então, confira aqui o que é o Google BERT e quais são os impactos que trouxe, especialmente quando se pensa nas buscas feitas pelos usuários.

 

O que é o Google BERT?

Trata-se de um algoritmo que tem como foco aumentar a capacidade de compreensão da linguagem humana pelo Google, fazendo uma melhor correspondência entre os termos de uma pesquisa e o conteúdo das páginas.

BERT significa Bidirectional Encoder Representations from Transformers, que numa tradução livre seria algo como “representações do codificador bidirecional de transformadores”.

A tradução não facilita saber exatamente o que a expressão significa, mas todo o conceito por trás do BERT é relativamente simples de ser entendido. Primeiro, é importante saber que o Google BERT funciona como uma rede neural.

Na tecnologia, redes neurais são modelos que conseguem aprender e reconhecer padrões. Aplicando isso às pesquisas do Google, pode-se dizer que o BERT possibilita que o mecanismo de busca aprenda e reconheça padrões na linguagem humana.

Especificamente, essa rede neural consegue aprender formas de expressão da linguagem, entendendo as relações entre as palavras utilizadas numa pesquisa, sem focar no sentido isolado dos termos.

 

Por que o Google BERT é importante?

O algoritmo é importante porque ele decifra a linguagem humana e entende as palavras de uma pesquisa de maneira bidirecional, buscando identificar a real intenção do usuário.

Por exemplo, suponha que faça uma busca por “molde de manga bufante”. O buscador identificará rapidamente que você procura por um molde de manga de roupa e não de fruta, que é o outro sentido da palavra “manga”.

Isso significa que o Google BERT possibilitou que os resultados de pesquisas se tornassem mais inteligentes e precisos ao considerar o todo, entregando exatamente o que o usuário busca.

Essa maior assertividade melhora a experiência do usuário, que é um dos principais objetivos do Google, apresentando-lhe o conteúdo que melhor atende suas necessidades no momento.

 

Como o Google BERT afeta o SEO?

Uma das dúvidas mais comuns é como fica a otimização por SEO com o Google BERT. Curiosamente, o novo algoritmo não demanda mudanças profundas na forma de otimizar sites e páginas, somente que o foco seja no usuário e não nos robôs do Google.

Portanto, ao criar conteúdo para sites, otimize-os pensando no usuário e não em apenas agradar o algoritmo. Além disso, adote boas práticas de SEO, como escrever palavras-chave corretamente e pesquisar diferentes relações semânticas entre termos.

Também desenvolva conteúdo de qualidade, ou seja, original, atualizado e que agregue valor ao usuário, com recursos de escaneabilidade e demais técnicas para melhorar a experiência do leitor.

É importante mencionar que essas boas práticas devem ser adotadas em diferentes estratégias, como em inbound marketing, campanha Google Ads ou ainda na administração de links patrocinados, para atingir seus objetivos e ter o retorno esperado.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *